BULLYING ESCOLAR

Prevenção, intervenção e resolução com princípios da Justiça Restaurativa

Lançamento

O que caracteriza o bullying nas escolas? Como prevenir que aconteça? Como reconhecer os agressores? O que fazer ao identificar um caso? A conscientização da comunidade escolar sobre esse assunto é o primeiro passo para revertermos as estatísticas atuais, que mostram índices elevados desse fenômeno nas instituições educacionais no Brasil. Como sujeitos e professores, temos o compromisso de descobrir formas não apenas de prevenir o bullying, mas também de intervir nesses casos e de resolvê-los, adequando nossas condutas pedagógicas com vistas à adoção de práticas restaurativas no cotidiano escolar.

FELIZARDO, Aloma Ribeiro. Bullying Escolar: prevenção, intervenção e resolução com princípios da Justiça Restaurativa. Curitiba: Intersaberes, 2017

ÉTICA E DIREITOS HUMANOS

Uma perspectiva profissional

O comportamento moral é determinado e regulamentado pela trajetória social e histórica da ética e dos direitos humanos. Nesse contexto, cada atividade profissional engloba conceitos, valores e dilemas éticos distintos, que são vivenciados diariamente na prática. Tendo em vista essas diferenças, a presente obra trata da ética, da moral e dos direitos humanos articulados ao exercício de dez profissões, entre elas a advocacia, o jornalismo, a defensoria pública e a docência em várias disciplinas. Cada capítulo foi escrito por um profissional de determinada área, sendo que a ideia é oferecer ao leitor uma diversidade temática, teórica e metodológica, incentivando-o a refletir sobre seus próprios dilemas profissionais éticos e morais. Além disso, esta obra serve como princípio norteador para disciplinas que tratam de ética e direitos humanos, sobretudo pelas diferentes visões acerca dessas questões.

FELIZARDO, Aloma Ribeiro. Ética e direitos humanos: uma perspectiva profissional. Curitiba: Intersaberes, 2012.

CYBERBULLYING

Difamação na velocidade da luz

Tecnologicamente, o bullying se propaga na velocidade da luz e é denominado cyberbullying. Seus usuários utilizam recursos tecnológicos, como celulares e computadores, para realizar agressões verbais e escritas repetitivas dentro das redes sociais, conhecidas como sites de relacionamentos, que são locais destinados a encontros virtuais para troca de informações pessoais, fotos, mensagens, criação de fóruns, grupos de discussão, buscar amigos, trocar ideias e conhecimentos. O perigo de sua natureza é a rápida difusão e alcance mundial.

FELIZARDO, Aloma Ribeiro. Cyberbullying: Difamação na Velocidade da Luz. São Paulo: Willem Books, 2010.

BULLYING FENÔMENO

O fenômeno cresce! 

Estamos diante de uma situação das mais delicadas já existentes nas relações humanas. A metodologia e a variedade de situações, relatos, conceitos e abordagens feitas pela autora enriquecem demasiadamente a obra. Percebemos então que estamos diante de uma situação complexa e que envolve toda a cadeia humana: a sociedade, as instituições, as famílias e as pessoas os quais envolvidos de uma forma ou outra poderão contribuir para a melhoria ou piora de toda uma situação. FELIZARDO, Aloma Ribeiro. Bullying: O fenômeno cresce! Violência ou brincadeira? Pinhais: Melo, 2011.

Violência ou brincadeira?

Copyright 2008 

Programa Bullying e Cyberbullying

Caro leitor virtual, você quer copiar textos? 

Copie, mas cite a fonte.

Professora ALOMA RIBEIRO FELIZARDO

Tel 55 11 9.9943-5478  

Desenvolvido por Comuni4

Comuni4